Produtores garantem a produção dos legumes para o período de inverno

Produtores garantem a produção dos legumes para o período de inverno

A temperatura começou a cair nos últimos dias e os produtores rurais se preparam para as colheitas do inverno. Considerado um período em que às vendas tradicionalmente caem, principalmente as folhosas, outros alimentos entram no topo da lista dos consumidores como os legumes, entre eles brócolis e couve-flor, e rúcula e couve-manteiga. “Apesar de serem folhosas, é possível cozinhá-las e combinam com pratos quentes – os mais procurados para essa época do ano”, destaca Danilo Duarte, associado da Aphortesp (Associação dos Produtores e Distribuidores de Hortifrúti do Estado de São Paulo).

Segundo a Associação, os brasileiros têm por cultura aumentar o consumo de saladas e alimentos frescos somente no verão. Mas é importante lembrar da importância do consumo delas para a saúde. “São fontes de vitaminas, fibras e outros componentes com propriedades funcionais. Alimentos fundamentais pra uma vida saudável”, destaca o associado.

Uma pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revelou que o consumo médio de frutas, legumes e verduras pelo brasileiro é inferior a metade recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que diz que o ideal é consumir pelo menos 400g/dia. Enquanto os brasileiros atingem 132g/dia.

“Nosso trabalho é produzir alimentos frescos, de qualidade e seguros para o consumidor. Trabalhamos com excelência para que seja um processo sustentável e consideramos a horticultura fundamental para a sociedade. É o complemento de um cardápio saudável, já que são alimentos fundamentais para uma dieta balanceada, proporcionando prevenção de doenças e melhor qualidade de vida quando se coloca o consumo de hortaliças no dia a dia as pessoas”, finaliza Duarte.

visto em http://ruralcentro.uol.com.br/noticias/produtores-garantem-a-producao-dos-legumes-para-o-periodo-de-inverno-80317

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.