Sistema de Fertirrigação Automatizado

IntelliFerti Hidro

Desenvolvido especialmente para hidroponia NFT.

Controlador de injeção de 2 tipos de soluções, injeção de ácido para redução de pH, injeção de água para redução do EC e verificação de nível do reservatório.
Controle da bomba principal de circulação de solução nas bancadas com acionamento da bomba secundária e aviso intermitente em caso de emergência.

Características:

  • Monitoramento e controle de EC em tempo real;
  • Monitoramento e controle de pH em tempo real;
  • Monitoramento da temperatura da solução em tempo real;
  • Monitoramento de oxigênio dissolvido  em tempo real (opcional);
  • Injeção volumétrica de solução A e B para correção de EC;
  • Injeção volumétrica de ácido para correção de pH;
  • Controle dos ciclos de irrigação diferenciado para ciclo diurno e noturno;
  • Modulação do tempo entre ciclos de irrigação pelo DPV (Déficit de Pressão de Vapor);
  • Modulação do EC por fotoperíodo ou por DPV;
  • Controle da temperatura da solução com saída para acionamento de torre de resfriamento / trocador de calor (opcional);
  • Controle de acionamento de sistema de desinfecção por UV (opcional);
  • Controle de sistema de homogeneização da solução concentrada (opcional);
  • Sistema redundante de bomba d´água. Possibilita o uso de bomba principal e reserva e o sistema comuta automaticamente caso a bomba principal cavite ou queime;
  • Monitoramento da pressão da bomba e alarme via e-mail e sonoro em situações de acionamento e não pressurização;
  •  Monitoramento do nível do reservatório e alarmes;
  •  Alarme sonoro de falta de energia;
  • IHM (Interface Homem Máquina) local com painel display e botões ( a configuração e monitoramento local não depende de acesso a internet)

Alimentação:

127/220 Vca
Potência: 40 Watts

hidro2Saídas Relé:

10 Saídas: 24 Vac ou 220 Vac
1 – Bomba principal;
2 – Bomba reserva;
3 – Bomba injeção solução A;
4 – Bomba injeção solução B;
5 – Bomba injeção ácido;
6 – Válvulas de alimentação de água;
7 – Desinfecção solução;
8 – Resfriamento solução;
9 – Aeração/mistura de solução;
10 – Reserva.

Entrada Sensores:

1 – EC Condutividade elétrica;
2 – pH potencial hidrogênio iônico;
3 – Pressão de trabalho da bomba;
4 – Nível de solução diluída;
5 – Temperatura de solução.

Comunicação:

Via Rádio (915MHz) com os sensores instaladores em campo.
Via Internet cabeada ou Wi-Fi para monitoramento e acesso remoto.

 

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.