II Simpósio da Rede de Recursos Genéticos do Nordeste apresenta potencialidades da caatinga

 -

O bioma Caatinga possui um vasto potencial para o uso sustentável de suas espécies, que podem trazer avanços significativos para o desenvolvimento do Semiárido brasileiro. A rica biodiversidade da Caatinga ampara diversas atividades econômicas, especialmente nos ramos farmacêuticos, de cosméticos, químico e de alimentos. No entanto, o bioma tem sido bastante prejudicado por causa do acelerado processo de desmatamento e do uso ilegal e insustentável de suas espécies. Segundo dados do Ministério do Meio Ambiente (MMA), o desmatamento chega a 46% da área do bioma. Com o intuito de apresentar a importância e os mecanismos para conservação e uso dos recursos genéticos vegetais da região, a Rede de Recursos Genéticos Vegetais do Nordeste (RGV Nordeste) promove, entre os dias 10 e 13 de novembro, o II Simpósio da Rede de Recursos Genéticos do Nordeste, abordando o tema “Valorização e Uso das Plantas da Caatinga”.  O encontro será realizado em Fortaleza (CE), no Ponta Mar Hotel.

Segundo Fernando Aragão, pesquisador da Embrapa e um dos coordenadores do evento, o crescente desmatamento da Caatinga se deve ao uso irracional das plantas, que muitas vezes são usadas como lenha em indústrias. Para ele, o evento será uma oportunidade de apresentar as potencialidades das espécies. O pesquisador acredita que a melhor forma de garantir a preservação desse bioma, é conscientizar a sociedade sobre o uso racional e funcional dessas espécies. “É fundamental que a gente mostre para a sociedade que a preservação dessas plantas é importante não só pela questão da conservação do meio ambiente, mas pela utilidade que elas possuem em diversas áreas, como a extração de substâncias para o uso na indústria farmacêutica, obtenção de pigmentos e óleos essenciais”, ressalta.

O pesquisador afirma ainda que além das diversas formas de agregar valor às espécies da Caatinga, pode-se destacar o possível uso dessas plantas no melhoramento genético de culturas tradicionais do semiárido como abóbora, feijão, melancia, milho e mandioca. “O bioma Caatinga é uma fonte muito rica de genes que estão relacionados a aspectos agronômicos importantes, como adaptação ao clima do semiárido, e resistência a pragas e doenças”, destaca.

Programação

Durante o II Simpósio da Rede de Recursos Genéticos do Nordeste serão apresentadas palestras e mesas redondas por especialistas renomados sobre temas inovadores, e promovidas discussões oferecendo oportunidades e lançando desafios às instituições científicas e acadêmicas, do setor privado às agências de fomento. Cerca de 250 participantes são esperados para o evento. Durante o encontro serão abordados temas como Valoração e Uso das Plantas da Caatinga, Agrobiodiversidade e Conservação de Recursos Genéticos Vegetais no Nordeste Brasileiro, Marco Legal da Biodiversidade, Uso de Redes Neurais no Pré-Melhoramento de Plantas, Métodos Participativos na Conservação da Agrobiodiversidade e Caracterização e avaliação de Recursos Genéticos Vegetais: Biometria e Software.

O evento é uma realização da Embrapa em parceria com o Programa de Pós-graduação em Fitotecnia da Universidade Federal do Ceará (UFC), sendo promovido pela Rede de Recursos Genéticos Vegetais do Nordeste (RGV Nordeste) e pela Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos.

Rede de Recursos Genéticos Vegetais do Nordeste

A Rede de Recursos Genéticos Vegetais do Nordeste (RGV Nordeste) foi criada em 2011 a partir da Rede de Recursos Genéticos Vegetais da Bahia (RGV Bahia). O primeiro encontro da RGV Nordeste aconteceu em Cruz das Almas-BA, contou com uma relevante programação, com palestras nos diversos segmentos dos recursos genéticos e conferencistas renomados. Contou com a inscrição de cerca de 150 participantes e foram apresentados 177 trabalhos. A RGV Nordeste conta com a interlocução com professores de várias Universidades do Nordeste brasileiro, notadamente dos cursos de pós-graduação em Ciências Agrárias, além das Unidades da Embrapa, principalmente a Embrapa Semiárido, Embrapa Tabuleiros Costeiros e a Embrapa Agroindústria Tropical.

visto em https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/4917026/ii-simposio-da-rede-de-recursos-geneticos-do-nordeste-apresenta-potencialidades-da-caatinga

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.