Estufas hidropônicas produzem o ano todo em centros urbanos

Em um prédio, no centro de Manhattan, nos Estados Unidos 20.000 metros quadrados de plantas verdes crescem sem se importarem com o movimento frenético da metrópole.

No terraço da loja Whole Foods, Viraj Puri criou a Gotham Greens, uma unidade de produção que oferece produtos hidropônicos frescos durante todo o ano.

Em uma das paisagens mais urbana dos EUA, Gotham quer produzir comida fresca hiperlocal e altamente acessível. A empresa só cresce plantas que normalmente têm de viajar milhares de milhas para chegar à cidade. Como manjericão, tomate, couve chinesa, rúcula, couve bebê, e alface crescem em fileiras.

Gotham, que Puri diz que tem sido rentável desde o lançamento de sua primeira estufa em 2011, produz para mercearias locais, restaurantes, e mercados de especiarias.

Mas um quarto da produção vai para a Whole Foods no térreo. A empresa de supermercados conhecida por sua variedade de itens naturais foi um dos primeiros clientes de Gotham em 2011. As duas empresas decidiram trabalhar juntas no segundo local de Gotham porque as “missões das empresas estão alinhadas”, diz Puri.

Puri tem esperança de expandir a Gotham Greens para outras cidades em breve. Ele está atualmente pesquisando possíveis localizações, e novidades podem ser anunciadas ainda este ano.

“A Hidroponia permite que grandes cidades sejam autossuficientes”, diz ele. “Estamos fornecendo acesso a produtos frescos em um ambiente urbano e fazemos isso em escala comercial.”

A estufa em Manhattan começou a sair do papel em janeiro, quando Gotham arrendou o telhado da Whole Foods. A parceria também significa que o tempo de quando um item é escolhido para quando um cliente o compra na loja poderia ser de apenas algumas horas. “Outros itens comercializados na mercearia viajam cerca de 3.000 km da fazenda até a prateleira”, diz Puri.

“Algumas ervas que as pessoas comem aqui em Nova York, podem ter vindo de lugares tão distantes como Israel”, disse Puri. A Hidroponia da Gotham proporciona às pessoas “acesso a produtos muito mais frescos, nutritivos e saborosos”.

“As cidades não têm qualidade do solo”, diz Puri. Assim Gotham utiliza a Hidroponia, que se baseia exclusivamente em água para proporcionar plantas saudáveis e ricas em nutrientes.

“Usamos menos espaço, usamos menos água, estamos reduzindo o uso de energia, não usando qualquer tipo de pesticidas químicos. Não é apenas um produto melhor para o consumidor, mas um produto melhor para o planeta”, finalizou o empreendedor.

visto em http://www.revistahidroponia.com.br/noticias/noticia.php?noticia=28497

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.