Abertura da semana atrai muitas pessoas para degustar e conhecer os produtos

A feira de produtos orgânicos chamou a atenção de quem passeava pelo Parque da Cidade, em Brasília, neste domingo (24). A aposentada Dinalva Maria Alves, que fazia caminhada, parou para degustar alguns produtos e aproveitou para levar diversos panfletos sobre produção de alimentos orgânicos e aprender um pouco mais sobre esses produtos.

O evento, organizado pela Coordenação de Agroecologia da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo de do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SDC/Mapa), marca o início da Semana dos Alimentos Orgânicos que tem o intuito de divulgar os alimentos orgânicos, como eles são produzidos e onde podem ser encontrados. A feira em Brasília contou com diversos produtores da região do Distrito Federal e de Goiás.

A população pôde conferir uma variedade de produtos, entre eles, molho de tomate, calda de maracujá e tomate seco, todos orgânicos, além de vegetais, legumes e frutas também produzidos de forma sustentável.

O cogumelo orgânico havia sido colhido pela manhã. O produtor Gil Sérgio, do Núcleo Rural Lago Oeste, explicou que o processo de produção conta com adubo composto por capim e farelos pasteurizados para evitar a contaminação. “Depois desse processo, jogamos o fungo nesse adubo, onde ele irá se desenvolver, dentro de uma estufa, e para evitar as moscas, que são a praga típica dessa cultura, utilizamos iscas com cola entomológica, na qual elas ficam grudadas, entre outras técnicas que não prejudicam o meio ambiente”, disse.

O frango orgânico tem técnicas de produção diferentes tanto do convencional, quanto do caipira. Enquanto o caipira come alimentos que podem ser transgênicos ou com uso de agroquímicos, o frango orgânico deve ser criado somente com milho, soja ou outros alimentos também orgânicos. O produtor Carlos Caetano afirmou que existe ainda diferença no momento do abate. “O frango orgânico deve ser o primeiro a ser abatido. Nossa produção é levada para um abatedouro em Brazlândia que possui SIF (selo do Serviço de Inspeção Federal do Mapa). Eles devem ser abatidos antes do frango convencional justamente para que não haja contaminação com resíduos”, disse.

O café orgânico da propriedade de Caetano é cultivado na sombra de árvores típicas do cerrado. Segundo ele, essa técnica, além de expandir a mata ciliar, evitou o desenvolvimento de pragas e hoje, ele não precisa utilizar nem mesmo os defensivos permitidos para a agricultura orgânica.

Caetano produz café e frango orgânico
Caetano produz café e frango orgânico

Já a diferença do mel orgânico para o convencional é que aquele deve ser cultivado em lugares distantes da cidade e de rodovias para evitar poeira e outras contaminações e a caixa onde ficam as abelhas não pode ser pintada, já que a tinta possui substâncias tóxicas que podem influenciar na produção.

Controle biológico

Uma das técnicas da agricultura orgânica é a utilização do controle biológico, realizado com os próprios recursos da natureza. Segundo o pesquisador da Embrapa Francisco Shimidt, para controlar o gafanhoto, por exemplo, que muitas vezes destrói uma plantação, é possível utilizar uma espécie de fungo nocivo ao inseto. “Não polui o meio ambiente e não intoxica o homem”, afirmou.

Identificação

De acordo com o coordenador de Agroecologia, Rogério Dias, para que o consumidor possa verificar corretamente se o produto é realmente orgânico, ele pode identificar o selo, emitido pelas certificadoras credenciadas pelo Mapa ou pedir ao produtor nas feiras a declaração de cadastro. “O consumidor pode ainda pegar o nome e o CPF do produtor e verificar o cadastro dele no site do Ministério da Agricultura”, informou.

Semana dos Orgânicos

A 11ª Semana dos Alimentos Orgânicos ocorre simultaneamente em 21 estad os e o Distrito Federal e dá início a campanha anual dos alimentos orgânicos. Para o secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo, Caio Rocha, o evento é a melhor oportunidade das pessoas conhecerem a diversidade dos produtos. “Atualmente já existe uma grande variedade de produtos que são produzidos com respeito ao meio ambiente e proporcionam benefícios nutricionais e sociais”, disse.

A semana segue até o dia 31 de maio e a programação completa pode ser conferia em www.agricultura.gov.br/semana-dos-organicos.

visto em http://www.agricultura.gov.br/comunicacao/noticias/2015/05/abertura-da-semana-atrai-muitas-pessoas-para-degustar-e-conhecer-os-produtos

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.